Trabalhador estrangeiro foi preso e será julgado por assédio pedófilo

Trabalhador estrangeiro foi preso e será julgado por assédio pedófilo

O Ministério Público de Jerusalém apresentou uma declaração do promotor contra um trabalhador estrangeiro de 34 anos suspeito de atos indecentes contra meninos em Jerusalém nos últimos anos.

A investigação começou após uma denúncia recebida sobre crimes sexuais que ele cometeu contra dois meninos de 14 e 16 anos enquanto trabalhava no apartamento da família.

O suspeito também mostrou aos meninos filmes de natureza sexual em seu computador. Sua detenção foi prorrogada de tempos em tempos e uma acusação será movida contra ele nos próximos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *